Alessandra Sanguinetti é uma fotografa nova-iorquina nascida em 1968, especializada em fotojornalismo. Alessandra passou parte de sua vida residindo na Argentina, de 1970 até 2003, e por lá e outros lugares do mundo registrou fotografias lindas para o seu belíssimo portfólio. 
Dona de trabalhos como Palestine (2004) e Sweet Expectations (1992), a fotografa aborda em seus temas duas vertentes bem peculiares que se diz respeito à cultura e infância. Embora estes temas estejam bem presentes em suas fotografias, um dos seus trabalhos mais marcantes e emocionantes é o The Adventures of Guille and Belinda and The Enigmatic Meaning of Their Dreams (2004) — “as aventuras de Guille e Belinda e o enigmático significado de seus sonhos”, que levou quase 10 anos para ser finalizado. 
Neste trabalho, Alessandra aborda a relação intimista entre duas primas inseparáveis, Guille e Belinda (9 e 10), que vivem em uma fazenda próxima a Buenos Aires.
O trabalho iniciou-se em 1999, e então, Alessandra dedicou-se a registrar a relação entre as jovens inseparáveis, e de forma encantadora ela consegue transcender sua fotografia para um mundo de sonhos, fantasias, medo e fragilidade.
Alessandra eternizou este seu trabalho em um livro, e ao caminhar sobre as páginas o que se vê é um pouco deste mundo encantador, misterioso e enigmático que aborda a transformação do corpo de uma criança até uma mulher adulta, e como isso interfere na percepção de suas fotografias, sem deixar de perder a estética encantadora dos sonhos. 
Essas imagens foram divulgadas em 2004, porém, só dez anos depois veio a ser finalizado, com uma projeto paralelo intitulado The life that came(2009) - 'A vida que surgiu', traz já as duas primas em fase adulta de suas vidas, e ainda assim, inseparáveis.












Via.



1 comentários:

M. A. Melo disse...

Lindo! Lindo!

Postar um comentário

top